Gosta de nhoque?

Nhoc, nhoc.

Só o nome já dá uma vontade imensa de comer, não? Soa gostoso, saboroso, né?

Antes do que interessa, uma pausa para uma lenda bacana sobre essa iguaria italiana. Conta a lenda que São Pantaleão, vestido de andarilho, perambulava por um vilarejo da Itália. Faminto, bateu a porta de uma casa e pediu comida. A família era grande e tinha pouca comida, mas apesar disso, eles não se importaram em dividir o seu nhoque com o andarilho, cabendo a cada um sete massinhas. São Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e se foi. Quando foram recolher os pratos, descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Por isso, tradicionalmente, todo dia 29 é dia do nhoque da fortuna ou da sorte, acompanhado do famoso ritual de colocar dinheiro embaixo do prato, comer os primeiros sete pedacinhos em pé, fazer um pedido para cada um deles e depois, comer à vontade.

Agora ao que interessa. Essa receita é perfeita para qualquer ocasião e deliciosa.

À convite do programa da Letícia Bighetti, ele escolheu o nhoque para cozinhar. Apesar de sermos fãs da massa feita com mandioquinha, dessa vez ele optou pelo tradicional, com batata.

Abaixo receita da massa.

Ingredientes

750 g de batata
1 xícara (chá) de farinha de trigo
Sal a gosto
Farinha de trigo (para polvilhar)

Modo de preparo

Numa panela, ferva 3 litros de água. Junte as batatas inteiras e com a casca. Cozinhe por 25 minutos ou até ficarem macias.Escorra e esprema a batata. Tempere com sal e transfira para uma superfície polvilhada com farinha de trigo. Junte a farinha aos poucos, amassando sempre, até obter uma massa que não se grude nas mãos. Se necessário, junte mais farinha. Com a massa, faça rolinhos com 2 cm de diâmetro e, com uma faca, corte-os em pedaços de 2 cm. Para fazer os vincos, pressione o nhoque contra o garfo e faça-o rolar até a ponta. Repita o procedimento com cada uma das bolinhas. Coloque em uma assadeira polvilhada com farinha. Numa panela grande, ferva 4 litros de água com uma colher (sopa) de sal. Junte o nhoque aos poucos e cozinhe até subirem à superfície. Retire com uma escumadeira e vá colocando em uma travessa. Cubra com molho e sirva.

Nesse caso, o molho foi bolonhesa, na qual ele misturou patinho moído, cogumelo e um pouco de carne de porco (que fez toda a diferença).

Fiquem com as fotos.

 

Imagem

É claro que foi servido No Prato Azul.

Imagem

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Edgard disse:

    Parabéns!!! Maravilhoso!!! Fico feliz por tudo estar dando certo para os dois. Beijos e muito sucesso a ambos.

    1. nopratoazul disse:

      Obrigada pai! Que bom que está acompanhando! Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s